A evolução da FIEE para Smart Future: o movimento tecnológico e suas conexões, com Fernando Fischer, CEO do evento

0
299

Fernando Fischer, CEO da Reed Exhibitions Alcântara Machado

Evolução: Essa é a palavra para a FIEE, que após 30 edições se lança no mercado como FIEE Smart Future. O evento mudou para acompanhar o setor eletroeletrônico e oferecer ainda mais tecnologias, inovações e soluções integradas para um futuro mais sustentável e conectado.

FIEE Smart Future é uma plataforma de negócios completa, com mais de 60 anos de experiência no setor. Reúne em um único local, a exposição dos principais players do mercado, experiências de conteúdo de alto nível e demonstrações práticas de produtos, serviços e soluções para os setores de automaçãoconectividadeeletrônica e energia.

Com o grande sucesso do setor de GTDC lançado em 2017, simultaneamente à FIEE Smart Future acontece a FIEE Smart Energy, a primeira e única feira matriz de energia do Brasil. O evento  já nasce em 2019 tendo em seu DNA o desafio de oferecer ao mercado soluções completas para os elos de geração, transmissão, distribuição, comercialização e armazenamento de energia.

De acordo com Fernando Fischer, presidente da Reed Exhibitions Alcântara Machado, “O nome do evento não mudou, ele evoluiu” e abaixo você confere todos os detalhes dessa entrevista, conhecendo além disso, todas as informações dessa novidade. Confira!

– Em que contexto a 30ª edição da FIEE acontece em 2019?

Fernando Fischer: A FIEE evoluiu para acompanhar as demandas de diversos setores da economia e desta forma, torna-se FIEE Smart Future. Além disso, acompanhando a alta demanda das indústrias por novas formas de energia, lançamos o único evento matriz do mercado de energia do Brasil – a FIEE Smart Energy.

– O que está por trás da mudança do nome para FIEE Smart Future? Qual a estratégia adotada?

Fernando Fischer: O nome não mudou, ele evoluiu. A FIEE Smart Future amplia a abrangência do evento pois oferece mais tecnologias, inovações e soluções para auxiliar as cidades e os mais diversos setores da economia do país a alcançar um futuro mais sustentável e conectado para seus negócios. O principal objetivo deste reposicionamento é fomentar negócios e relacionamento entre os principais players e os compradores mais qualificados ao combinar soluções de automação, telecomunicações, transformação digital e conectividade a um ambiente inovador, com conteúdo exclusivo e focado nas principais necessidades do mercado.

– O que esta edição traz de novidade em relação à edição de 2017, que, por sua vez, também havia sido reestruturada?

Fernando Fischer: Em 2017 reposicionamos o evento para nos adequarmos ao mercado e deu muito certo. Tão certo que nos possibilitou irmos além com a FIEE Smart Future que combinará soluções de automação, telecomunicações, transformação digital e conectividade a um ambiente inovador, com conteúdo exclusivo e focado nas principais necessidades do mercado. Tudo isso através de experiências que geram negócios, networking e aprendizado. Podemos dizer que a FIEE Smart Future é uma evolução do que já havíamos entregado em 2017.
A maior novidade deste ano é o lançamento do único evento matriz do mercado de energia do Brasil – a FIEE Smart Energy, que já que já nasce tendo em seu DNA o desafio de oferecer ao mercado soluções completas para os elos de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia. A FIEE Smart Energy revolucionará o mercado com 10.000m² totalmente formatados para oferecer um ambiente inovador com experiências, conteúdo e oportunidades de negócios. A proposta do evento teve uma aderência fantástica junto ao mercado e já temos grandes players como CPFL, ENGIE, WEG e a CTG Brasil, além do apoio institucional e estratégico das mais importantes entidades do mercado: ABINEE, CIGRÉ, FIESP, COGEN, ABRACEEL, ABESCO, ABDG, ABRAGEL, ABRATE, ABREME, ANACE, ANATEL, FIEMG e muitas outras.

– A feira está dividida em setores? Quais são eles? E por que essas áreas foram escolhidas?

Fernando Fischer: Sim. A FIEE Smart Future contará com os setores já tradicionais da feira: elétrica e eletrônica, ampliará significativamente o setor de automação e contará com os novos setores que abordarão os setores de conectividade, tecnologias e soluções para cidades inteligentes. Estes setores foram escolhidos pois compõem o conceito de evolução das indústrias e cidades do futuro. Na FIEE Smart Energy o mercado de energia será a grande estrela.

– Explique, por favor, o slogan: “A convergência de todas as soluções para eficiência energética em um único local”.

Fernando Fischer: Quando falamos em convergência, estamos falando de soluções integradas, e, é isso que iremos oferecer. Na FIEE Smart Energy teremos soluções integradas para maior eficiência energética e na FIEE Smart Future serão soluções de elétrica, eletrônica, automação e tecnologias que tornam as indústrias mais eficientes, econômicas e produtivas. Somos a única plataforma de exposição, negócios, inspiração e conteúdo para um mercado que busca inovação e novas soluções para seu desenvolvimento.

– Quais eventos paralelos estão programados durante os quatro dias de exposição? Algum destaque?

Fernando Fischer: A FIEE Smart Future e a FIEE Smart Energy contarão com mais de 450 horas de conteúdo. São 150 horas a mais em relação à última edição. Essa grade tem como destaque o ABINEE TEC, evento referência organizado pela Abinee que reúne por volta de 700 executivos com uma agenda de palestras e mesas redondas com CEOs das principais indústrias nacionais. Ao longo dos 4 dias teremos 5 ilhas de conhecimento ABINEE TEC com uma grade de programação que apresentará novas tecnologias, estudos de caso, temas estratégicos, regulatórios e de investimentos. Duas ilhas de conhecimento serão dedicadas ao mercado de energia e contará com a curadoria do CIGRÉ, ABRACEEL, ABRATE, ABESCO, ABDG e ABINEE. Além de todos os projetos de conteúdo, contaremos com o projeto FIEE Smart Cities, que simulará uma cidade inteligente e apresentará tecnologias e soluções para cidades, o projeto FIEE Smart Connectivities, que reunirá empresas de tecnologia para apresentar suas soluções para as indústrias, o projeto FIEE Smart Ideas onde levaremos start-ups para apresentarem suas inovações e soluções para as indústrias.

– Como o mercado e, em especial os expositores, têm reagido ao novo formato da FIEE 2019?

Fernando Fischer: O novo formato da FIEE foi desenvolvido como resposta às necessidades do mercado e isso tem se mostrado efetivo já que as vendas atingiram recordes se comparadas ao mesmo período da última edição. Estamos a 8 meses da feira com 70% da planta ocupada.

– Qual a expectativa de público para a próxima edição da feira, número de expositores (fechados e projeção), empresas (marcas) nacionais e estrangeiras, países participantes, etc.

Fernando Fischer: Esperamos receber mais de 50.000 visitantes e mais de 1200 marcas em 40.000m² de exposição. Além disso, a expectativa é recebermos participantes de pelo menos mais 10 países.

A FIEE Smart Future e FIEE Smart Energy já têm data marcada, de 23 a 26 de julho de 2019 te esperamos no São Paulo Expo. Para mais detalhes, acesse: https://www.fiee.com.br