Produção de etanol de milho cresce 52% em um ano

0
593
A produção do etanol de milho tende a crescer ainda mais em 2019

A produção de etanol de milho no Brasil cresceu 52% no acumulado de um ano. Entre o começo de abril de 2018 e o último dia 16 deste mês de março, a fabricação de biocombustível feito pelo cereal totalizou 745,05 milhões de litros, contra 490,14 milhões de litros na comparação com o mesmo período anterior. 

Os números são da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), entidade representativa do setor sucroenergético brasileiro. 

A produção de etanol de milho tende a crescer ainda mais em 2019 por conta da entrada de novas unidades produtoras: a F&S, no Mato Grosso, e a CerradinhoBio, em Goiás, deverão inaugurar suas plantas até outubro próximo. 

Produção sem parar

Ao contrário do etanol feito de cana-de-açúcar, o de milho tende a avançar em produção porque pode ser processado nos 12 meses do ano. As unidades de cana, por sua vez, precisam parar por dois a três meses, no começo do ano, para adequações da indústria. 

Segundo a UNICA, seis unidades de etanol de milho operam nesse mês e, até o dia 16, tinham produzido 52,76 milhões de litros. É o maior volume quinzenal de etanol de milho já apurado desde o início da série de levantamentos da entidade.