Oferta mundial de petróleo terá novo recuo no segundo trimestre, prevê INTL FCStone

0
107
Foto: Zbynek Burival on Unsplash

A oferta mundial de petróleo deverá recuar 364 mil barris por dia (kbpd) no segundo trimestre deste 2019 ante igual período anterior, segundo previsão da consultoria INTL FCStone. 

A empresa já tinha estimado recuo de 1,696 milhão de barris por dia (mbpd) na disponibilidade do primeiro trimestre do ano na comparação com o período imediatamente anterior. 

O cenário de maior aperto no balanço de oferta a partir de abril, segundo a INTL FCStone, é resultado do corte de produção maior que o necessário pela Arábia Saudita, do menor ritmo de expansão da produção americana e da paralisação parcial da exploração de um campo no Mar do Norte para manutenção preventiva. 

“Os últimos meses foram marcados por deteriorações nas condições de oferta, o que se mantém para as estimativas do segundo trimestre”, diz Fábio Rezende, analista de mercado da empresa. “Isso [também] explica a constante tendência altista nos preços verificada em 2019.”

Condições desafiadoras

A produção da Arábia Saudita deverá chegar a 9,7 mbpd em abril, ante 9,8 mbpd em março. A redução da oferta seguirá por pelo menos neste abril, segundo Khalid Al-Falih, ministro da Energia do país, em comunicado. 

Para a INTL, o foco, a partir de agora, passa a ser as condições desafiadoras para até junho, que tendem a ser marcadas por forte destruição de estoques em contexto de oferta restrita e demanda em alta para o ciclo de verão no hemisfério norte.