Entenda como a Inteligência Artificial gera mais lucro e produtividade para a Indústria

0
171
Foto: Arquivo

Inteligência Artificial (AI), Internet das Coisas (IoT) e cobots, ou robôs colaborativos. Integrantes da Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, eles são estratégicos para a transformação industrial com foco em resultados eficientes.

O impacto da AI e da robótica tende a ser mais urgente na área industrial do Brasil que, em função das crises político-econômicas e da escassez de investimentos no setor, perdeu posições no cenário global em produtividade e competitividade.

Diante a situação, a Quarta Revolução Industrial representa uma importante oportunidade de retomada do crescimento com a redução dos custos industriais.

“Esta é com certeza uma jornada sem volta, de extrema necessidade para redução dos custos industriais e aumento de competitividade, a qual todos os gestores da manufatura deverão estar atentos para não ficar de fora desta nova onda mundial”, atesta Emerson Narciso, diretor Industrial da Hercules Motores Elétricos, em artigo sobre a Indústria 4.0.

Como ela gera produtividade?

Mas como a Inteligência Artificial (AI), um dos pilares da Indústria 4.0., colabora para tornar as empresas mais produtivas e lucrativas?

Ela permite, por exemplo, que os robôs aprendam com as atividades realizadas e, desta forma, aprimorem as suas habilidades.

Assim como uma árvore, a Inteligência Artificial abriga e combina várias tecnologias. Essas permitem que as máquinas percebam, compreendam, atuem a aprendam por conta própria ou complementem as atividades humanas, define a Data Sciense Academy (DSA), plataforma de aprendizado em tecnologia.

Por meio da Inteligência Artificial, a produção industrial tem se tornado mais rápida e mais eficaz em comparação ao trabalho humano.

Segundo a DSA, o uso dessa tecnologia aumenta com a Indústria 4.0. e, à medida que a Inteligência Artificial evolui, seus custos diminuem.