Petrobras venderá ações da BR e quer ficar com menos de 50% do controle

0
379
logo Br Distribuidora

A Petrobras dá mais um passo para vender sua participação na Petrobras Distribuidora (BR). Atualmente com 71,25% do controle da empresa, a estatal pretende ficar com fatia inferior a 50%. 

A pretensão de ficar com menos de 50% da BR está em modelo de venda adicional de sua participação na BR aprovado em 22/05 pelo Conselho de Administração da Petrobras.

A aprovação do modelo, segundo a empresa, não deve ser considerada como anúncio de oferta. 

A realização da oferta de venda das ações, emenda, dependerá de condições favoráveis dos mercados de capitais nacional e internacional.

Oferta secundária

Conforme o modelo aprovado pelo Conselho, a oferta de venda de participação na BR se dará por meio de uma oferta pública secundária de ações, chamada follow-on no jargão de mercado acionário.  

Não existe uma data para a oferta, mas “Energia que Fala Com Você” apurou junto a agentes do mercado que há muito interesse pela aquisição dessas ações. Isso porque a BR integra a linha de frente das players do mercado de distribuição de combustíveis ao lado da Raízen, que pertence à Shell e à Cosan, e a Ipiranga, do Grupo Ultra. 

Oficialmente, a Petrobras destaca que todos os atos necessários para realização da oferta estarão sujeitos à aprovação dos órgãos internos da empresa. 

Integra essa aprovação, por exemplo, o preço e percentual efetivo das ações a serem ofertadas, bem como à análise e à aprovação dos respectivos entes reguladores, nos termos da legislação aplicável.

“Esta operação está alinhada à otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando a geração de valor para os nossos acionistas”, relata a Petrobras em comunicado.