Produtores da região noroeste paulista estão otimistas com a safra da cana-de-açúcar. Foto: G1

Embora algumas usinas estejam esperando uma safra melhor do que a do ano passado, a Unica tem expectativa de que a moagem atinja o mesmo volume de 2018, em torno de 573 milhões de toneladas

A safra da cana já começou e o nível de produtividade da colheita interessa a qualquer motorista, já que isso pode ter influência direta no preço do etanol nas bombas.

Na região noroeste paulista, os agricultores estão satisfeitos com plantas maiores, mais cheias de caldo, e com a possível alta produção de álcool ou açúcar. Mas os representantes das usinas não mostram o mesmo otimismo.

Embora algumas usinas estejam esperando uma safra melhor do que a do ano passado, a Unica, união que representa as unidades do centro sul do país, tem expectativa de que a moagem atinja o mesmo volume de 2018, em torno de 573 milhões de toneladas.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite Nova Cana.