Plantas de biodiesel produzem 59% da capacidade

0
181

A produção brasileira de biodiesel atual representa 59% da capacidade autorizada das unidades.

Em média, as plantas industriais têm fabricado entre 415 e 464 mil metros cúbicos por mês.

As informações são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compiladas pelo Energia Que Fala Com Você.

Esses volumes significam 59% da capacidade nominal autorizada das plantas, que fica entre 700 e 711 mil metros cúbicos mensais.

Tabela de produção de Biodiesel brasileira.

RenovaBio

Os dados revelam que as plantas com autorização para fazer biodiesel têm uma ociosidade de 41%.

Essa ‘folga’ poderá ser preenchida quando da entrada em vigor da Política Nacional de Biocombustíveis, o RenovaBio, em janeiro de 2020.

Com o programa em vigência, aumentará gradativamente a demanda por biocombustíveis como biodiesel e etanol, porque eles têm qualificação ambiental em detrimento dos poluentes combustíveis fósseis.

Estimativas da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia (MME), destacam que, com o avanço da mistura de biodiesel no óleo diesel, serão necessários 16 milhões de metros cúbicos anuais do biocombustível a partir de 2030.

Os 16 milhões de metros cúbicos ao ano representam pouco menos do dobro da atual capacidade anual das plantas, que é de 8,4 milhões de litros.

Aumentos de mistura

O aumento da adição de biodiesel no diesel está contemplado no RenovaBio. Atualmente a mistura é de 10% e deve ir para 11% até o fim deste 2019.

Em 2023, a previsão é que deverá ir para 15%.

O avanço dessa mistura favorece o meio ambiente, porque o biodiesel não polui como o diesel.

E ajuda economicamente o Brasil com menos importações do combustível fóssil. O País não é autossuficiente em diesel e precisa complementar o mercado com produto comprado lá fora.

Produção de biodiesel no Brasil, segundo o mais recente levantamento da ANP:

Mapa do Brasil sobre a produção de biodiesel brasileira autorizada para operação.

Mantenha-se atualizado sobre as principais tendências do setor de Petróleo & Gás!