EQUINOR PREVÊ 1.200 TRABALHADORES EM ATIVIDADES NO CAMPO DE PEREGRINO NO PRÓXIMO ANO

0
962

A Equinor está em busca de novos negócios com a cadeia local de fornecedores. Como se sabe, a petroleira se prepara para instalar a nova plataforma de Peregrino, na Bacia de Campos. Por isso, a previsão é de uma grande demanda por diferentes tipos de atividades, conforme afirmou o chefe de Supply Chain da empresa no Brasil, Rafael Tristão. “Além da instalação de flowlines e do hook-up da plataforma C, também ocorrerá um período de alta atividade na unidade de produção, FPSO”, detalhou o executivo. Tristão acrescenta que serão realizados serviços de manutenção, reparo e modificações importantes para a segurança, desempenho e eficiência futura do campo. “Entre janeiro e maio de 2020 é esperado que mais de 1200 trabalhadores estejam simultaneamente envolvidos em diversas atividades”, declarou. Questionado sobre a indústria naval brasileira, Tristão lembra que a Equinor vai executar três grandes projetos até o final da próxima década e que as estratégias de contratação desses empreendimentos “serão decididas ao longo desse período, conforme situação do mercado”.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Matéria publicada originalmente em PetroNotícias