Interessados têm mais prazo para comprar participação da Petrobras na Gaspetro

0
965

Delcy Mac Cruz

Interessados em comprar a participação de 51% da Petrobras na Gaspetro ganharam mais prazo para entrar no negócio.

Em comunicado, a companhia destaca que postergou para 30 de abril próximo o prazo da fase não vinculante para habilitação de potenciais compradores de sua participação na Petrobras Gás S. A., a Gaspetro.

A postergação coincide com a fase de pandemia da nova coronavírus, a covid-19.

Mas, como atesta a Petrobras, a ampliação da data para os interessados está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da companhia.

Atende, também, o regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais, previsto no Decreto 9.188/2017.

Por sua vez, a companhia lembra, ainda, a operação de venda da participação está alinhada à otimização do portfólio e à melhora de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os seus acionistas.

Queda nos valores

Até a divulgação deste conteúdo a estatal não forneceu detalhes sobre o adiamento.

Contudo, explica que as próximas etapas do processo serão apresentadas oportunamente.

Além da covid-19, que cria dúvidas sobre demanda mundial por combustíveis, o mercado mundial de derivados fósseis já enfrenta baixas seguidas.

Desde o começo do ano, o valor médio da gasolina nas refinarias brasileiras acumula queda de 29,5%.

A última dessas quedas, de 7,5%, foi promovida pela Petrobras nesta quarta-feira (19/03).

O viés de baixa acompanha as instabilidades do mercado, diante uma oferta estável e até crescente para uma demanda que gera dúvidas.

Gaspetro pode ganhar com a situação

Essa situação, no entanto, pode até favorecer empresas como a Gaspetro.

Isso porque a holding, com participação de diversas distribuidoras de gás, distribuiu 29 milhões de metros cúbicos diários do produto em 2019.

E a queda nos preços dos combustíveis fósseis pode acelerar a viabilidade comercial de gás com redução de preços.

Geralmente os consumidores do gás distribuído pela holding estavam sujeitos a preços também dolarizados, caso do fornecimento feito a partir de gás da Bolívia.  

           Estrutura da Gaspetro:

Mais sobre a Gaspetro

Em termos societários, além dos 51% da Petrobras, a Gaspetro é controlada em 49% ela Mitsui Gás e Energia.

Os 29 milhões de metros cúbicos diários de gás distribuídos em 2019 atenderam cerca de 500 mil clientes, através de uma rede de distribuição de mais de 10 mil km de gasodutos.