Queda do PIB no setor eletroeletrônico deve ser menor que no restante da economia, diz ABINEE

0
289

A indústria eletroeletrônica depende substancialmente de insumos importados, portanto a desvalorização do real e, principalmente, a intensa volatilidade observadas nos últimos meses causaram um grande impacto nessas empresas. Apesar disso, a alta da demanda no setor de telecomunicações e a tímida recuperação econômica que começou a ser sentida pode abrandar as perdas do setor neste ano.

A afirmação é do presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, Humberto Barbato, que participou, nesta sexta-feira, 3, de live promovida pelo Tele.Síntese, sobre desvalorização cambial.

Segundo ele, a média mensal da taxa de câmbio no ano passado era de R$ 4,11, enquanto em abril deste ano pulou para R$ 5,33 e para R$ 5,64 no mês de maio em função da pandemia do novo coronavírus, elevando o preço dos insumos.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site TeleSíntese com a matéria completa.