Novas tecnologias pressionam por mudança na regulação de energia

Por Claudia Mancini, do site Blocknews

0
391
Energia-Geração-Eletricidade

A regulamentação do setor energético brasileiro é considerada um cipoal por especialistas, com os atores, inclusive o governo, encontrando dificuldades para certas tomadas de decisão. Com isso, as novas tecnologias, como blockchain, são mais um fator de pressão para ajustes que gerem mais eficiência nessa indústria.

Hoje, o modelo energético é centralizado, com baixa conexão ao sistema de distribuição e baixa flexibilidade, disse Hélio Moraes, sócio de direito digital e inovação do PK Advogados.

O futuro tem como desafio mudanças no marco regulatório para permitir transações descentralizadas, com conexão entre distribuidoras e micro e mini geradores, disse ele no painel “Cibersegurança, smart contracts e questões legais” do 1º Simpósio – O Potencial da Blockchain no Setor Energético.

O evento é promovido pelo Blocknews e pela Mentors Energy Consulting, de 6 de junho a 14 de julho, sempre às terças-feiras, pela plataforma Sympla.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site BlockNews com a matéria completa.