Energia solar gerou mais de 400 empregos por dia em 2021

Setor fotovoltaico brasileiro contabilizou cerca de 153 mil admissões entre os meses de janeiro e dezembro

Setor fotovoltaico brasileiro contabilizou cerca de 153 mil admissões entre os meses de janeiro e dezembro
Créditos da imagem: American Public Power Association / Unsplash

O Brasil criou 153 mil empregos no setor de energia solar em 2021, o que correspondeu a uma média de 419 admissões por dia, segundo cálculos realizados pelo Canal Solar com base em levantamento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

Trata-se de um aumento de 77,9% em relação aos empregos acumulados no país em 2020, quando 86 mil contratações foram contabilizadas, uma média de 238 por dia. Desde 2012, a fonte solar já foi responsável por gerar de mais de 390 mil postos de trabalho em todas as regiões do país.

De acordo com Gustavo Tegon, co-fundador da Esfera Solar, distribuidora brasileira de kits fotovoltaicos, o aumento no número de empregos está diretamente ligado ao crescimento natural da fonte, que tem ganhado espaço na matriz energética e obrigado empresas a aumentar o quadros de funcionários para dar conta das demandas operacionais. 

Leia também: Crise hídrica deixa de ser ameaça imediata, mas seus altos custos seguirão. Quem irá pagar?

“Estamos triplicando o quadro de funcionários desde a nossa fundação e a tendência é que até o final do ano o tamanho da empresa seja duplicado. Também desenvolvemos o departamento de engenharia para melhor atender os nossos clientes. As contratações foram importantes para acelerar vendas e outras áreas, como suporte técnico, finanças e marketing”, disse o executivo.

Esta é uma curadoria de conteúdo da RX Brasil sobre empregos gerados pela energia solar em 2021. Para continuar lendo, acesse o site do Canal Solar.